Convido [preocupações masculinas]

Convido [preocupações masculinas]

Marcelo Rubens Paiva

27 de outubro de 2009 | 11h51

Outra perguntinha. Por que as mulheres do tempo são sempre MORENAS? E são sempre gatas.

Não confiamos nas suposições climáticas de uma LOIRA? Elas não transmitem segurança? Já houve uma japinha gata que dava o tempo pela TV GAZETA [por onde andará?].

Pensando bem. Não há nenhuma LOIRA nas bancadas dos telejornais. O padrão MORENA CABELOS CURTOS JOVEM E GATA se expandiu pelo Brasil. O que eles têm contra as LOIRAS, RUIVAS, NEGRAS, JAPAS, GORDAS, GRISALHAS?

A elas, os programas de culinária e infantil. Não as querem dando [ou lendo] NOTÍCIAS.

Essa é a gata da BAND, TICIANA VILLAS BOAS, baiana que começou fazendo reportagem em SALVADOR, veio para ser a mulher do tempo e agora divide a bancada do JORNAL DA BAND com Boechat. A descoberta mais bem-vinda.

Tinha uma voz nasalada estridente. Agora, fala pausadamente, com calma. Deve ter feito fono. É a mais gata da TV BRASILEIRA. E era SURFISTA além de tudo. Difícil prestar a atenção nas notícias da BAND, se concentrar na previsão do tempo. Ela deve ter algum defeito, não é possível. Será que ronca? Vai ver é fã de Paulo Coelho. Pior, o CD da IVETE não sai do seu carro…

+++

Opa. Acabei de ver FLÁVIA FREIRE, moça do tempo do Jornal Hoje. Não sei se artificial, mas loira. É, toda a regra tem a sua… Você sabe.

+++

HOJE NO CINE SESC, SÃO PAULO. E passa de novo nos dias 29/10 no Cine Olido [19h30], e 31/10 na Cinemateca [19h50].

HOJE E AMANHÃ NO TEATRO POEIRA, RIO DE JANEIRO

SÁBADO PARA DOMINGO, 1H DA MANHÃ, NA TENDA DAS SATYRIANAS, PRAÇA ROOSEVELT

Eu a MÁRIO BORTOLOTTO estaremos no palco para levar a peça ROURKE SONG, do gaúcho TRÄSEL; direção de FERNANDA D’UMBRA. Em que dois amigos, ENCICLOPÉDIA e RANGEL, numa mesa de bar, discutem sobre a infidelidade masculina.

Uma palhinha:

ENCICLOPÉDIA: eu tento, rangel, mas não consigo ser fiel à minha mulher. é uma merda. é só passar uma bunda rebolando e meu olho vai atrás. eu posso até não fazer nada, mas eu penso. eu penso em fazer, entende? só me seguro porque gosto muito da minha mulher. e a verdadeira traição, pra mim, é em pensamento.

RANGEL: os homens são muito tapados, mesmo. alguém já viu uma mulher ter preocupações existenciais com a fidelidade? não. porque fidelidade só existe pros homens. eles são infiéis por natureza, por isso precisam buscar a fidelidade. se dedicam a isso, mas só porque as mulheres
reclamam. então sentam em mesas de bar com amigos, bebem e reclamam de sua incapacidade pra ser fiel. pra ir contra sua natureza, sua necessidade impressa em ácido nucléico de ir atrás de qualquer bunda gostosa, aliada a um gosto pelo desconhecido e pelo novo, aquela inclinação masculina pela exploração da terra incógnita.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: