chá no parque

chá no parque

Marcelo Rubens Paiva

17 de dezembro de 2013 | 11h41

 

Me pergunto: Não é mais fácil e barato ocupar os espaços já existentes, com a mata original, do que no futuro abrir a marretadas espaço para a cidade respirar?

No entorno da Rua Augusta, se constroem diversas torres.

São Paulo está sendo tomada por elas.

Uma mata no centro da cidade é um oásis.

Os vereadores sacaram isso e aprovaram o Parque Augusta em duas votações.

O prefeito Haddad afirma que prefere gastar dinheiro com creches e não sanciona a lei.

São Paulo precisa de creches. De hospitais, escolas, transporte público, esgoto.

E de parques.

Amanhã haverá um ato em frente a Prefeitura.

 

 

Enquanto isso, o parque que ainda não é oficializado é ocupado por uma série de atividades

Até cinema ao ar livre rola.

Informações em várias páginas do Face:

https://www.facebook.com/groups/151005085091876/

https://www.facebook.com/events/625006824227126/625920410802434/?notif_t=like

https://www.facebook.com/pages/Parque-Augusta/475522202526118?fref=ts

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: