Cartunista Glauco ganha exposição

Cartunista Glauco ganha exposição

Marcelo Rubens Paiva

23 de junho de 2016 | 21h37

Topo_Op_Glauco-v2

 

Glauco Vilas Boas, ou simplesmente Glauco, com Angeli e Laerte, Los Três Amigos, revolucionaram o cartunismo brasileiro.

Inspirados pela geração do Pasquim, Millôr, Jaguar, especialmente Henfil, trouxeram para o dia a dia tiras que exploravam as neuroses urbanas ATUAIS, especialmente as dos paulistas.

Geraldão, seu personagem mais famoso, era um solteirão excêntrico e hipocondríaco, que morava com a mãe.

Bebum drogadão que muitos diziam que era inspirado nele mesmo.

 

desenho_juca_geraldao_web lostresamigosw

 

Juntaram-se na revista Chiclete com Banana, megassucesso de vendas, e depois, ideia de Angeli, em Los Três Amigos, gozação do filme de John Landis.

Cujos personagens são os próprios autores, com suas próprias noias, Angel Villa, Laerton e Glauquito, que falavam num portunhol tosco.

Glauco, também líder de uma seita de daime e começou a faltar nas reuniões.

Os outros dois, depois com a ajuda de Adão Iturrusgarai, imitavam o traço inconfundível dele.

É no Itaú Cultural que ele recebe uma exposição:  A OCUPAÇÃO GLAUCO.

Que abre no dia 9 de julho e fica até 21 de agosto.

Glauco foi assassinado com seu filho no portão da casa em que moravam em 2010.

Que baita saudade desse cara…

Tendências: