Ajuda humanitária pra gringo ver

Ajuda humanitária pra gringo ver

Marcelo Rubens Paiva

22 de fevereiro de 2019 | 08h37

Que mané de ajuda humanitária é essa?

E, então, os governos de extrema-direita dos EUA, Holanda e Brasil decidem posar de altruístas, elevando a tensão nas fronteiras, tensão de que não precisávamos, e estávamos livres há mais de um século…

Junto com a Colômbia, inimiga histórica da vizinha Venezuela.

Jair Bolsonaro, que chocou a cena política mundial com seu passado intolerante e xenofóbico, recheado de declarações misóginas, racistas, homofóbicas, que propôs um campo de concentração para jogar venezuelanos que cruzavam em pânico as fronteiras brasileiras, prometeu destruir a esquerda, ataca a imprensa, criminaliza movimentos sociais, deixa sem-teto e sem-terra sem apoio, ameaça prender sua liderança (o líder do MST, João Pedro Stédile, já avisou a amigos que não se exilará, e que cai na clandestinidade, se for perseguido), cansou de ser vilão e quer o papel do mocinho, o “good guy”.

O regime de Maduro afunda a Venezuela no caos. Virou o cenário ideal para alimentar um sentimento antissocialista, derrubando todas as teses de utopia da esquerda mundial.

O povo sente fome, não tem remédio, a oposição é perseguida, a imprensa, empastelada.

Vive um colapso político-social, que pode terminar em banho de sangue ou ruína.

O presidente Jair Bolsonaro manteve o envio de medicamentos e alimentos, que esperariam no fim de semana a população venezuelana na fronteira com Roraima.

Maduro fecha a fronteira.

A cúpula militar brasileira tem toda a razão de se preocupar, já que prefere o canal do diálogo entre militares daqui e de lá, que falam a mesma língua.

É bom alguém avisar: ex-capitão, a Venezuela está no leque de proteção da Rússia, e seu arsenal contém os mais modernos caças do continente, Sukhoi-30, e os melhores tanques, T-32, um efetivo numeroso de mais de 200 paramilitares, divididos em milícias, além das Forças Armadas, treinados e munidos de Kalachnikov, aquela que não quebra, nem trava, funciona no calor, frio, seca ou molhada, na neve e no deserto.

Ajuda humanitária para gringo ver.

Se é que os gringos caem nessa…

Em que dia recuará?

Tendências: