12/03/2010

Marcelo Rubens Paiva

12 de março de 2010 | 12h42

A loucura que nos inspira é a mesma que nos mata.

Ela nos faz cada vez mais defendermos a paz.

E sugerirmos as saídas.

Tentamos rir da loucura, para ver se damos um jeito no mundo.

Porém, teimoso, ele reage mostrando que a raiz é mais profunda.

Nosso papel?

Enxugar as lágrimas.

E continuarmos…

Com a revolta de agora nos inspirando.

glauco

Tendências: