As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Turistas: modo de usar

Luiz Zanin Oricchio

13 Fevereiro 2007 | 14h13

Vi que muita gente está discutindo o post sobre o filme Turistas. Não tenho nada contra que se retratem as mazelas do Brasil: elas existem às pencas e estão aí, à vista de todos. Também não sou xenófobo. Estrangeiros têm tanto direito a retratá-las como nós. Tudo depende é do jeito como se faz. E, em Turistas, o jeito é o mais preconceituoso e grosseiro possível. Só mesmo vendo. O diretor já andou dizendo que nada tem contra o Brasil e que seu filme poderia se passar em qualquer lugar. Em qualquer lugar, não: pelo próprio enredo teria de ser um país onde os branquinhos de origem anglo-saxônica pudessem se sentir superiores aos nativos. E onde tivessem gerado um ressentimento capaz de justificar a existência de um personagem como o médico carniceiro. Do ponto de vista cinematográfico, Turistas é péssimo em qualquer idioma, latitude ou longitude. Há coisas que são universais.