As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Tom, 80 anos

Luiz Zanin Oricchio

21 Janeiro 2007 | 12h47

Tom Jobim faria 80 no próximo dia 25. Ironicamente, o mais carioca dos compositores aniversariava no dia de São Paulo. Coisas. Mas se era o mais carioca, Tom era também o mais universal dos nossos compositores ditos “populares”. Sim, porque Tom tinha um lado erudito muito evidente, com seu diálogo constante com Villa-Lobos, por exemplo. Ouço Tom o tempo todo. Faz um bem danado. Meus CDs favoritos? Urubu, Matita-Perê e The Composer of Desafinado. Mas há ainda Passarim, Terra Brasilis, etc. Um mundo de beleza legado a nós, e ao resto do planeta que, convenhamos, anda bem necessitado dela. Dê uma olhada na homenagem que o Cultura de hoje presta a Tom, e que está disponível no portal do Estadão. Entre por aqui, pelo texto de Ruy Castro.