As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Sobriedade em filme sobre alcoolismo

Luiz Zanin Oricchio

30 de julho de 2010 | 18h31

Um Novo Caminho foi a “tradução” encontrada no Brasil para Le Dernier pour la Route, filme de Philippe Godeau. Poderia, sem prejuízo, ser vertido para algo como “A Saideira”, não fosse o empenho moralizante com freqüência embutido na temática do alcoolismo. E isso, diga-se, num filme bastante límpido, que trata o problema do álcool sem qualquer viés moral, e o vê como um problema de dependência química e psicológica. Sobretudo como algo ligado à disfunção afetiva, como comprova a história de Hervé (François Cluzet) que tem tudo para ser feliz, mas destroi-se pela bebedeira contumaz.

Internado, ele irá conhecer uma mocinha problemática, bem mais jovem e complicada do que ele. O filme mostra o tratamento e os dramas pessoais em tom documental, bem despojado e isento. Nem por isso é menos envolvente. Beneficia-se da mão segura do diretor e, sem que isso pareça contraditório com o tema, a sobriedade de François Cluzet, ator de muitos recursos expressivos, que utiliza com economia.

(Caderno 2, 30/7/10)

Mais conteúdo sobre:

alcoolismoCinemaCrítica