As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Selecionados de Gramado 2012

Luiz Zanin Oricchio

04 de julho de 2012 | 13h00

Gramado 2012

Brasileiros

— Super Nada (SP), de Rubens Rewald
— Insônia (RS), de Beto Souza
— O que se Move (SP), de Caetano Gotardo
— Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now! (SP), de Ninho Moraes e Francisco César Filho
— Eu Não Faço a Menor Ideia do que Eu Tô Fazendo com a Minha Vida (RJ), de Matheus Souza
— O Som ao Redor (PE), de Kleber Mendonça Filho
— Colegas (SP), de Marcelo Galvão
— Jorge Mautner – O Filho do Holocausto (RJ), de Pedro Bial e Heitor D’Alincourt

5 longas disputam a Mostra Latina:

– Vinci, de Eduardo del Llano Rodriguez (Cuba)
– Artigas, La Redota, de César Charlone (Uruguai)
– Leontina, de Boris Peters (Chile)
– Diez Veces Venceremos, de Cristian Jure (Argentina)
– Calafate-Zoológicos Humanos, de Hans Mulchi Bremer (Chile)

 

 

Na mostra de Curtas Nacionais do Festival de Gramado estão 14 filmes: 9 de SP, 2 do RS, 1 de MG, 1 de SC e 1 da BA:
– #, de Andre Farkas e Arthur Guttilla
– A Ballet Dialogue, de Filipe Matzembacher e Márcio Reolon
– A Mão que Afaga, de Gabriela Amaral Almeida
– A Triste História de Kid-Punhetinha, de Andradina Azevedo e Dida Andrade
– Casa Afogada, de Gilson Vargas
– Di Melo – O Imorrivel, de Alan Oliveira e Rubens Pássaro
– Diario do Nao Ver, de Cristina Maure e Joana Oliveira
– Dicionário, de Ricardo Weschenfelder
– Funeral à Cigana, de Fernando Honesko
– Linear, de Amir Admoni
– Menino do Cinco, de Marcelo Matos de Oliveira e Wallace Nogueira
– Meta, de Rafael Baliu
– O Duplo, de Juliana Rojas
– Piove, il film Di Pio, de Thiago Brandimarte Mendonça

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.