As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O São Paulo e o chuveirinho

Luiz Zanin Oricchio

03 de abril de 2008 | 13h19

Você já viu esse filme? Lançamento de Jorge Wagner, cabeçada de Adriano, gol. E o São Paulo, na undécima hora, vence o retranqueiro Sportivo Luqueño. Bom, o desfecho pode ser visto como aquela história da água mole em pedra dura, etc. E um castigo (merecido) para quem só se preocupa em destruir o jogou alheio, sem nada criar. O São Paulo vai indo. Mas ainda parece um time de opções ofensivas bastante limitadas. Não varia o repertório. Por enquanto, essa jogada de ataque única está resolvendo. Até quando?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.