As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Recife 2010 Curtas: Geral

Luiz Zanin Oricchio

04 de maio de 2010 | 18h41

Geral, de Anna Azevedo, registra os últimos jogos em que o Maracanã dispunha dessa (péssima) acomodação, destinada aos torcedores menos favorecidos. Mas que eram também os mais alegres e inventivos. Os chamados “geraldinos” usavam fantasias, iam sempre com seus radinhos de pilha e torciam como loucos, pois seu envolvimento com o time do coração é algo visceral. O uso da câmera e do som são muito bons, transmitindo a sensação da galera ao espectador. Há alguns momentos hilários no filme. Um, quando um torcedor mostra como imita, à perfeição, o apito do juiz, e assim interfere no jogo para beneficiar seu time. Outro, quando um torcedor, desesperado com o que vê em campo, olha para o céu e manda o Senhor para aquele lugar. Não resisto à tentação de transcrever outra fala de um torcedor. É uma flamenguista, que grita a um jogador: “Esse é pior Flamengo da história; e você é reserva nesse time!”. Enfim, toda uma maneira de ver e sentir o futebol passa pelos rápidos 14’ deste filme. Incidentalmente, mostra outra coisa: esse é um tipo de torcedor que desapareceu dos estádios com a elitização do futebol. Não são apenas eles que perdem com isso. Somos todos nós.

Tudo o que sabemos sobre:

curtas-metragensfestival

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: