As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Recife 2010 Curtas: Faço de Mim o que Quero

Luiz Zanin Oricchio

04 de maio de 2010 | 18h59

Faço de Mim o que Quero, de Sérgio Oliveira e Petrônio Lorena, é uma imersão no universo da chamada música brega pernambucana. Cheio de malícia e energia, o filme traz personagens incríveis e monta muito bem seus depoimentos. Atua nessa área limítrofe entre o mau gosto e o kitsch, mostrando como as convenções estéticas podem ser bem questionáveis. A maneira como é feito o filme provocou boa reação até mesmo em quem não tem nada a ver com aquele universo e aquela música, e prefere Mozart a João do Morro – um dos ícones da estética brega. Os créditos finais, inscritos pelo corpo de uma dançarina são mais uma prova da criatividade hormonal dos cineastas. Fiquei fascinado pelo filme e ajudei a elegê-lo no prêmio Aquisição do Canal Brasil, do qual fazia parte do júri.

Tudo o que sabemos sobre:

curtas-metragensfestival

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: