As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Paulínia bota no bolso outros festivais

Luiz Zanin Oricchio

25 de junho de 2009 | 20h33

Olhem aí que bela seleção de filmes o Festival de Paulínia conseguiu. Muitos inéditos e com excelente potencial, a julgar pelos diretores dos filmes. Com a grana que eles têm e mais a ótima curadoria, estão passando a perna em muito festival com décadas de tradição. Basta dizer, apenas para citar um exemplo, que a gaúcha Ana Luiza Azevedo escolheu Paulínia e não Gramado para estrear seu primeiro longa-metragem. Cuidado, pessoal, Paulínia vem aí. E está apenas na segunda edição.

Longas de Ficção

1 – O Contador de histórias, de Luiz Villaça – SP

2 – Destino, de Moacyr Góes – RJ

3 – Enquanto Dura o Amor, de Roberto Moreira – SP

4 – No Meu Lugar, de Eduardo Valente -RJ

5 – Olhos azuis, de José Joffily – RJ

6 – Antes que o mundo Acabe, de Ana Luiza Azevedo – RS

Documentários

1 – Caro Francis, de Nelson Hoineff – RJ

2 – Mamonas o Doc., de Claudio Kans – SP

3 – Sentido à Flor da Pele, de Evaldo Mocarzel – SP

4 – Moscou, de Eduardo Coutinho – RJ

5 – Só Dez Por Cento é Mentira, de Pedro César – RJ

6 – Herbert de Perto, de Roberto Berliner e Pedro Bronz – RJ

Curtas brasileiros

1 – Vida Vertiginosa, de Luiz Carlos Lacerda – RJ

2 – Relicário, de Rafael Gomes – SP

3 – Doce Amargo, de Rafael Primot -SP

4 – Milímetros, de Erico Rassi – SP

5 – Nessa Data Querida, de Julia Rezende – RJ

6 – Timing, de Amir Admoni – SP

Curtas Regionais

1 – Morte Corporation, de Léo de Castillo

2 – Prós e Contras, de Pedro Struchi

3 – Quem Será Katlyn?, de Caue Nunes

4 – Spectaculum, de Julliano Lucas

5 – A Máquina do Tempo, de Marcos Craveiro

6 – Capoeira, de Matheus Oliveira

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: