As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Parem as máquinas!

Luiz Zanin Oricchio

06 de janeiro de 2007 | 12h27

Ontem recebi um e-mail da assessoria de imprensa de Sebastian (aquele da C&A), dizendo que, depois de um ano de 2006 cheio de sucesso, o modelo iria comemorar com a família passando férias em Paris. Ajuntava o texto a informação de que Sebastian estava disponível para entrevistas e fotos, caso esse importante evento interessasse ao jornal.

Leio, divertido, na Mônica Bergamo de hoje, que o apresentador Leão Lobo também manda mensagem de férias aos fãs. Em justo repouso na Bahia, diz a nota, o apresentador aproveita o tempo para reler (sic) Crime e Castigo, de Dostoievsky, que, segundo ele, “tem tudo a ver com o atual momento de impunidade que o Brasil atravessa”.

Essas pílulas têm aquele sabor característico de toda futilidade. São também ilustrações do modo de comportamento atual das pequenas celebridades no imenso mundo do espetáculo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: