As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

País de aproveitadores

Luiz Zanin Oricchio

06 de março de 2012 | 17h45

Parei o carro no posto de costume, perto de casa, para abastecer. Peguei o hábito porque o tal posto cobra um preço justo e a gasolina, em aparência, é ok. Pelo menos, o motor do meu velho Vectra nunca protestou.

Não é que, na hora de pagar, reparei que o preço tinha sido aumentado em 40 centavos o litro?!

Perguntei ao frentista se o dono havia mudado. Ele deu um sorriso e entendeu o motivo da pergunta: “É a greve, né, doutor, eles aproveitam para aumentar o preço, no Brasil é assim”.

E ainda me consolou: “o senhor volta na semana que vem que já baixou de novo”.

Então, tá. Aposto que se você puxar conversa com o dono do posto, ele vai dizer que no Brasil ninguém presta, que todos os políticos são corruptos e etc e tal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: