As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O Terceiro Homem

Luiz Zanin Oricchio

29 de maio de 2010 | 12h46

Fim de semana punk, de plantão. Quer dizer: sem fim de semana. Aproveitei para rever O Terceiro Homem, de Carol Reed, estimulado pela leitura de Cidadão Cannes, de Gilles Jacob, em que o diretor do festival, em suas memórias, lembra-se da cena, belíssima, em que Alida Valli passa impassível por Joseph Cotten, depois de ter enterrado (desta vez para valer) seu amante, Harry Lime (Orson Welles). Marc Ferro, em seu clássico Cinema e História, diz que o modelo de Anna, personagem de Alida, é Antígona. Entre a lei natural e a lei da cidade, fica com a primeira. Faz todo o sentido. Volto ao assunto, talvez num artigo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: