O premiado Sócrates dá início à 5ª Mostra de Gostoso
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O premiado Sócrates dá início à 5ª Mostra de Gostoso

Festival passa seus filmes em telão montado nas areias da Praia do Maceió, em São Miguel do Gostoso, no litoral do Rio Grande do Norte

Luiz Zanin Oricchio

23 Novembro 2018 | 07h12

 

Com o premiado longa-metragem Sócrates, de Alex Moratto, começa hoje a 5ª edição da Mostra de Cinema de Gostoso.

Como sabem os que acompanham este espaço, esse peculiar festival tira o nome da localidade onde se realiza – a bucólica São Miguel do Gostoso, 9 mil habitantes, litoral do Rio Grande do Norte. Fica a 110 quilômetros da capital, Natal.

As sessões são realizadas na Praia do Maceió, num telão, sob as estrelas do céu, ao som das ondas e dotado de ar refrigerado natural, fruto da brisa que sopra incessante em Gostoso.

Aliás, é exatamente por seu vento, intenso e estável, que a pequena localidade se converteu em pólo turístico, atraindo em especial os que curtem esportes marítimos, como o kitesurf e o windsurf, que dependem das condições atmosféricas do local.

Bem, e o festival?

O festival é muito bem montado, sob curadoria de Eugênio Puppo e Matheus Sundfeld. As ações culturais envolvem os jovens da comunidade, que aprendem as artes e manhas do cinema e preparam filmes que serão exibidos no telão durante o festival. O coletivo chama-se Nós do Audiovisual e traz este ano cinco filmes (veja lista abaixo).

Sócrates, vencedor do recém encerrado Mix Brasil

Para a mostra competitiva, os curadores elegem filmes de ponta, representativos do melhor cinema autoral do país. O longa de abertura, Sócrates, tem impressionado muito bem quem o vê. Levou o prêmio principal no recém encerrado Mix Brasil. Competirá com os longas Meu Nome é Daniel, de Daniel Gonçalves, Inferninho, de Guto Parente e Pedro Diógenes, e Fabiana, de Bruna Laboissière. Competição de curtas-metragens, mostra infantil e informativa, além de seminários e debates, completam o programa, que se estende até dia 27.

Veja abaixo a programação completa:

MOSTRA COMPETITIVA (PRAIA DO MACEIÓ)

LONGAS-METRAGENS

Meu Nome é Daniel (RJ, doc, 83min, 2018, Dir.: Daniel Gonçalves)

Inferninho (CE, ficção, 82min, 2018, Dir.: Guto Parente e Pedro Diógenes)

Fabiana (GO/SP, doc, 89min, 2018, Dir.: Brunna Laboissière)

Sócrates (SP, ficção, 71min, 2018, Dir.: Alex Moratto)

CURTAS-METRAGENS

Ainda Que Eu Ande Pelo Vale das Sombras (RN, ficção, 10min, 2018, Dir.: Helio Ronyvon)

Catadora de Gente (RS, doc, 18min, Dir.: Mirela Kruel)

Codinome Breno (RN, doc, 19min, 2018, Dir.: Manoel Batista)

Guaxúma (PE, animação, 14min, 2018, Dir.: Nara Normande)

Mesmo com Tanta Agonia (SP, ficção, 19min, 2018, Dir.: Alice Andrade Drummond)

Nova Iorque (PE, ficção, 24min, 2018, Leo Tabosa)

P’s (RN, ficção, 13min, 2018, Dir.: Lourival Andrade)

Teoria Sobre um Planeta Estranho (MG, ficção, 14min, 2018, Dir.: Marco Antônio Pereira)

 

FILMES COLETIVO NÓS DO AUDIOVISUAL

Autômato do Tempo (Coletivo Nós do Audiovisual, ficção, RN, 15min)

Derradeiro (Coletivo Nós do Audiovisual, ficção, RN, 2018, 18min)

Medo é Moita (Coletivo Nós do Audiovisual, doc, RN, 2018, 10min)

O Grande Amor de um Lobo (Coletivo Nós do Audiovisual, ficção, RN, 2018, 12min)

Pescadores (Coletivo Nós do Audiovisual, doc, RN, 2018, 12min)

MOSTRA INFANTIL

A Horta (Carla Leoni e Richard Danta, SP, 2018, 16min)

A luta (Bruno Bennec, MG, 2016, 16min)

Antes Eclipse Depois (Almir Correia, PR, 2018, 6min)

Barbie Contra-Ataca! (Yan Whatley, RJ, 2016, 10min)

Matinê (Davi Kolb, RJ, 2018, 13min)

O Jardim de Maria (Alexander de Moraes, RJ, 2018, 16min)

O Malabarista (Iuri Moreno, GO,2018, 11min)

Os Causos da Bisavó (Rosa Berardo, GO, 2018, 10min)

Par Perfeito (Débora Herling, SC, 2018, 11min)

Pedro e o Velho Chico (Renato Gaia, MG, 2017, 18min)

Peripatético (Jessica Queiroz, SP, 2017, 15min)

Rick com monstros nos dedos (Almir Correia, PR, 2018,11min)

Smartphamily (Vinicius de Augusto Bozzo, CE, 2018, 4min)

Sobre a Gente (Alunos do Projeto Animação/ Núcleo Animazul, ES, 2017, 8min)

MOSTRA PANORAMA

LONGAS-METRAGENS

Azougue Nazaré (PE, ficção, 81min, 2018, Dir.: Tiago Melo)

Elegia de Um Crime (SP, doc, 92min, 2018, Cristiano Burlan)

Ilha (BA, ficção, 94min, 2018, Dir.: Glenda Nicácio e Ary Rosa)

Lembro Mais dos Corvos (SP, doc, 80min, 2018, Dir.: Gustavo Vinagre)

CURTAS-METRAGENS

Aulas Que Matei (DF, ficção, 23min, 2018, Dir.: Amanda Devulsky e Pedro B. Garcia)

Entre Parentes (2018, doc, 27min, DF, Dir.: Tiago de Aragão)

Liberdade (SP, 2018, doc, 25min, Dir.: Pedro Nishi e Vinicius Silva)

Majur (MT, doc, 20min, 2018, Dir.: Rafael Irineu)

O Homem na Caixa (RJ, animação, 19min, 2018, Dir.: Ale Borges, Alvaro Furloni e Guilherme Gehr)

Subcutâneo (MG, ficção, 19min, 2017, Dir.: Carlos Segundo)

Tingo-Lingo (RN, doc, 18min, 2018, Dir.: Wallace Yuri)

 

Mais conteúdo sobre:

Mostra de Cinema de Gostoso