As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O Homem sem Passado

Luiz Zanin Oricchio

01 de janeiro de 2008 | 18h39

Uma das cenas mais comoventes que vi no cinema nos últimos tempos era a de um cara tão pobre que entrava nos bares, pedia água quente, tirava um saquinho de chá usado de dentro de uma caixa de fósforos, mergulhava na água e bebia. A cena faz parte do extraordinário O Homem sem Passado, de Aki Kaurismaki, e era interpretada por Markku Peltola, ambos finlandeses. Hoje fiquei sabendo que Peltola morreu, com apenas 51 anos. Era um ator fora de série. Dificilmente outro poderia encarnar com tanta força esse papel do homem que é espancado por skinheads, perde a memória e vê-se obrigado a inventar um passado para ter um presente e, talvez, um futuro. O filme ganhou o Grande Prêmio do Júri em Cannes em 2002 e estreou por aqui no ano seguinte. Talvez haja em DVD. Recomendo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.