As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Morreu o Gouveia

Luiz Zanin Oricchio

19 de janeiro de 2011 | 21h50

Soube hoje da morte do nosso amigo Antonio Gouveia Jr., que era advogado do Adhemar Oliveira, do Espaço Unibanco. Fazia tempo que não o via. Não sabia que estava doente. Até alguns anos atrás nos encontrávamos em situações sociais e andamos bebericando por aí, na noite paulistana, falando do que o Gouveia de fato gostava: cinema.

Não por acaso. Ele foi um dos fundadores do Cineclube do Bexiga, que fez história na cidade enquanto durou. E durou bastante. Muitos cinéfilos descobriram a vocação lá no Bexiga, num tempo de circulação restrita dos filmes, sem VHS ou DVD, recursos banais que na época pareciam coisa de ficção científica.

Há quem considere esses cineclubes dos anos 80 os precursores do que existe de cinema de arte no ainda medíocre circuito cinematográfico brasileiro. Devemos muito a quem os fundava e mantinha.

Gouveia tinha 65 anos e sofria de câncer.

Tudo o que sabemos sobre:

personagem

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: