Morre o diretor de fotografia Antonio Luiz Mendes
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Morre o diretor de fotografia Antonio Luiz Mendes

Luiz Zanin Oricchio

01 de janeiro de 2021 | 23h27

Mal começa o ano e a Covid-19 já faz sua primeira vítima na cultura brasileira em 2021: morreu, aos 74 anos, o diretor de fotografia Antonio Luiz Mendes. 

Considerado um mestre pelos colegas da comunidade cinematográfica, Antonio Luiz trabalhou em mais de 70 filmes do cinema nacional. Teve como parceiros alguns dos mais importantes cineastas do país, como Nelson Pereira dos Santos, Domingos Oliveira, Luiz Rosemberg, Ruy Guerra, Walter Hugo Khouri e um grande etc.  

Alguns dos seus filmes: Tensão no Rio (Gustavo Dahl), Ópera do Malandro (Ruy Guerra), Memórias do Cárcere, em parceria com José Medeiros  (Nelson Pereira dos Santos), Lamarca (Sérgio Rezende), Paixão Perdida (Walter Hugo Khouri), Cruz e Sousa – o Poeta do Desterro (Sylvio Back), entre muitos outros. 

Em nota, a Abraci (Associação Brasileira de Cineastas) “presta suas condolências à família e aos amigos desta doce figura, grande fotógrafo, criador de imagens que marcaram decisivamente a nossa cinematografia”. 

Em sua página no Facebook, o ator Paulo Betti lamentou a perda: “Que triste perder esse maravilhoso companheiro de trabalho! Foi diretor de fotografia em filmes que trabalhei como Doida Demais, Lamarca, Mauá e nosso hit Acorda Raimundo”. Sempre carinhoso, um príncipe! Antonio Luiz Mendes Soares! RIP”

Tudo o que sabemos sobre:

Antonio Luiz Mendes