As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moniz Vianna

Luiz Zanin Oricchio

01 de fevereiro de 2009 | 12h41

Quero só registrar a morte de Antonio Moniz Vianna, aos 84 anos. Moniz Vianna foi um crítico muito influente em sua época, em especial nos anos 50 e 60. Tinha John Ford como deus. Tanto assim que em sua lista de 10 melhores filmes de todos os tempos, Ford comparecia com nada menos de 4 títulos. Exagero, né? Enfim, cada crítico com suas idissincrasias. Outra: Moniz Vianna não suportava o Cinema Novo. Ruy Castro fez uma ótima seleta dos textos de Vianna em Um Filme por Dia (Cia das Letras). Concorde-se ou não com ele, uma coisa não se pode negar: escrevia danadamente bem, coisa rara hoje em dia. Havia muito tempo andava retirado e pouco acompanhava do cinema contemporâneo. Meu amigo e ex-editor Evaldo Mocarzel fez uma longa entrevista com ele e a publicou no site criticos.com. Leia aqui o texto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.