Oscar: Milionário na cabeça
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Oscar: Milionário na cabeça

Luiz Zanin Oricchio

23 de fevereiro de 2009 | 17h57

milio

O texto anterior foi escrito antes da premiação. A esta altura vocês já sabem que Quem Quer ser um Milionário ganhou oito estatuetas, entre elas as mais importantes, de melhor diretor e melhor filme. Benjamin Button foi relegado às urtigas, ficando com apenas três prêmios técnicos quando tinha 13 indicações. Sean Penn derrotou Mickey Rourke, por uma simples razão: seu trabalho é melhor e mais complexo. E assim foi o Oscar. A consagração de um filme pequeno, rodado na Índia, com orçamento reduzido e atores desconhecidos. Mesmo que fosse só por isso, teria sido uma premiação interessante. Mas o filme, em si, propõe muitas questões legais. Que ainda vão ser muito discutidas, pois haverá um racha de público como já houve de crítica.

Aqui, a entrevista que dei à TV Estadão sobre o Oscar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.