Michael Lonsdale (1931-2020)
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Michael Lonsdale (1931-2020)

Luiz Zanin Oricchio

21 de setembro de 2020 | 14h48

Michael Lonsdale em ‘O Gebo e a Sombra’, de Manoel de Oliveira

 

Como pequena homenagem ao ator francês Michael Lonsdale, morto hoje, cito alguns diretores com os quais trabalhou: 

François Truffaut: Beijos Proibidos e A Noiva vestida de Preto

Marguerite Duras: La Chaise Longue

Jean-Luc Godard: British Sounds

Louis Malle: O Sopro no Coração

Alain Robbe-Grillet: Glissements Progressifs do Désir

Alain Resnais: Stavsky

Joseph Losey: Galileu

Luis Buñuel: O Fantasma da Liberdade

Ruy Guerra: Erêndira

Jean Eustache: Une Sale Histoire

Jean-Jacques Annaud: O Nome da Rosa

Nicolas Klotz: A Questão Humana

Manoel de Oliveira: O Gebo e a Sombra

Lonsdale é grande. Uso o verbo no presente, porque os filmes estão aí, para nosso deleite, e sempre estarão. 

Tudo o que sabemos sobre:

Michael Lonsdale

Tendências: