As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Meus dez melhores estrangeiros de 2011

Luiz Zanin Oricchio

23 de dezembro de 2011 | 18h48

Melancolia, de Lars Von Trier (Dinamarca). Leia crítica

Cópia Fiel, de Abbas Kiarostami (Irã). Leia crítica

A Árvore da Vida, de Terrence Malick (EUA). Leia crítica

O Garoto da Bicicleta, dos irmãos Dardenne (Bélgica). Leia crítica

Singularidades de uma Rapariga Loira, de Manoel de Oliveira (Portugal). Leia crítica

Lola, de Brillante Mendoza (Filipinas). Leia crítica

Poesia, de Lee Chang Dong (Coreia). Leia crítica

Tio Boonmee que Pode Recordar suas Vidas Passadas, de Apichaptong Weerasetakhul (Tailândia). Leia crítica

Meia Noite em Paris, de Woody Allen (EUA). Leia crítica

Bravura Indômita, dos irmãos Coen (EUA). Leia crítica

Tudo o que sabemos sobre:

melhores filmes de 2011

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.