Meu Nome É Daniel vence a 5ª Mostra de Gostoso
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Meu Nome É Daniel vence a 5ª Mostra de Gostoso

No festival potiguar o júri oficial é o público presente no evento

Luiz Zanin Oricchio

28 Novembro 2018 | 09h49

São Miguel do Gostoso/RN

Meu Nome é Daniel, de Daniel Gonçalves (RJ), foi o vencedor da 5ª Mostra de Cinema de Gostoso. O filme, dirigido pelo próprio protagonista, conta, de maneira bem humorada e sem qualquer autoindulgência, suas agruras com uma síndrome motora que o acompanha desde o nascimento. Emocionou o público.

E emoção, sem dúvida, foi também o fator  determinante para a vitória do ótimo Guaxuma, melhor curta para o público de São Miguel do Gostoso. A animação, feita com técnicas artesanais, relata a infância da diretora Nara Normande na praia alagoana que dá título ao curta, e a perda prematura de sua melhor amiga.

Com a menção honrosa ficou Sócrates (SP), de Alex Moratto, história de um jovem de periferia cuja vida é uma dificuldade infernal. Procura emprego e não acha, o pai é um brutamontes, a mãe adoece e ele é discriminado por ser gay. Cheio de energia, o filme também tocou o público.

Este ano a novidade foi a criação de um prêmio escolhido pela imprensa presente. Ganharam o troféu (uma réplica em miniatura das charmosas cadeiras de praia em que assistimos aos filmes na Praia do Maceió) o longa Inferninho (CE), de Guto Parente e Pedro Diógenes, o curta Catadora de Gente (RS), de Mirela Kruel, e o curta do Coletivo Nós do Audiovisual Filho de Peixe, de Igor Ribeiro.

Aqui, o júri oficial é o público e tudo terminou muito bem, com a comunidade prestigiando o evento, lotando a “sala” a cada noite na praia do Maceió e participando em peso dos debates dos filmes. Um belo e enxuto festival.

Após a premiação, foi exibido o longa Ferrugem (PR), de Aly Muritiba, um caso de bullying digital que termina de modo trágico.

Abaixo, a premiação completa:

Prêmio Elo Company de distribuição
“Teoria Sobre um Planeta Estranho”
Direção: Marco Antônio Pereira

Prêmio Mistika de finalização
“P’s”
Direção: Lourival Andrade

Prêmio Imprensa – Melhor Filme do Coletivo Nós do Audiovisual
“Filho de Peixe”
Direção: Igor Ribeiro

Prêmio Imprensa – Melhor Curta-metragem
“Catadora de Gente”
Direção: Mirela Kruel

Prêmio Imprensa – Melhor Longa-metragem
“Inferninho”
Direção: Guto Parente e Pedro Diógenes

Menção Honrosa
“Sócrates”
Direção: Alex Moratto.

Melhor Curta-metragem – Júri Popular
“Guaxuma”
Direção: Nara Normande

Melhor Longa-metragem – Júri Popular
“Meu Nome é Daniel”
Direção: Daniel Gonçalves

Mais conteúdo sobre:

Mostra de Cinema de Gostoso