As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Menino da Porteira

Luiz Zanin Oricchio

10 de fevereiro de 2009 | 15h25

Fui ver hoje de manhã a refilmagem de Menino da Porteira e achei o filme bem legal. Um mix de elementos brasileiros com outros de western, bem fotografado (Pedro Farkas) e outros cobras na parte técnica (João Godoy no som direto, Adrian Cooper na direção de arte, etc.) O diretor é o mesmo do primeiro filme, Jeremias Moreira, responsável por um grande sucesso de público nos anos 70. O papel que era de Sergio Reis, como o boiadeiro que enfrenta o dono do gado, fica agora com o cantor Daniel. Está ok, em papel low profile. Enfim, o tipo de cinema popular digno, que vem na esteira do sucesso de Dois Filhos de Francisco, até agora a maior bilheteria do Brasil desde a Retomada.

Foi uma manhã agradável, com exceção do mal-estar causado pela mania antipática e desrespeitosa de confiscar os celulares na entrada, como se todos fôssemos piratas em potencial.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.