As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Jogos que o tempo levou

Luiz Zanin Oricchio

11 de dezembro de 2008 | 10h54

Angelo me pergunta o que foi feito do documentário do jogo entre Corinthians e Vasco, de 1930, que menciono em meu livro Fome de Bola – Cinema e Futebol no Brasil. Meu caro, como boa parte do material cinematográfico brasileiro, os antigos registros de futebol em sua maioria se perderam. Como se sabe, cinema era (agora não é mais) material muito frágil, sujeito à ação do tempo e incêndios (se filmados em nitrato). Assim, o que resta desses filmes é o registro de que um dia existiram, seja por notícias de jornais seja por fichas técnicas das distribuidoras ou outras menções. O pesquisador, muitas vezes, tem de trabalhar por vias indiretas ou secundárias. Sabe que aquele filme existiu, mas não tem acesso direto a ele. Isso não quer dizer que ele não possa ter sobrevivido e esteja em alguma prateleira não catalogada da Cinemateca Brasileira à espera de algum pesquisador de boa sorte.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: