As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ismail

Luiz Zanin Oricchio

18 de julho de 2007 | 14h37

Por um vacilo, deixei de dar a devida atenção à mostra promovida pela Cinemateca Brasileira em homenagem a Ismail Xavier, ensaísta autor de alguns livros fundamentais como Sertão Mar: Glauber Rocha e a Estética da Fome e Alegorias do Subdesenvolvimento. Ainda está em tempo de prestigiar a mostra, mesmo porque ela começou ontem e vai até domingo. Compõe-se de filmes escolhidos a dedo pelo próprio Ismail, como Deus e o Diabo na Terra do Sol, O Eclipse, Um Corpo que Cai e No Decurso do Tempo. A programação completa você encontra no site da Cinemateca.

Na sessão de hoje (às 17h30), Um Cão Andaluz, Eu sou Vida, Eu não Sou Morte e Sermões: a história de Antônio Vieira. Em seguida, às 19h30 debate com as presenças de José Pasta Jr., Sônia Salsztein e Leandro Saraiva. A Cinemateca fica no Largo Senador Raul Cardoso, 207, na Vila Mariana (telefone: 3512–6111).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.