As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fim da política?

Luiz Zanin Oricchio

28 Fevereiro 2008 | 13h18

Bom artigo de Francisco de Oliveira hoje na Folha, com o título “Obama, Tocqueville e a ilusão americana”. Bom, mas, se levado a sério, desesperador. A tese de Chico, que não vem de hoje, é que a economia englobou a política e, de certa forma, a neutralizou. Assim, tanto faz que seja eleito Obama ou Hilary. Ou mesmo McCain porque “…o capitalismo, em sua fase globalitária, torna inútil a política e irrelevante a participação dos cidadãos”. Segundo Chico de Oliveira, essa observação já teria sido feita por Tocqueville em sua visita à América no século 19.

A minha impressão, apesar de admirar a sofisticação do texto de Chico, é que sempre existe alguma margem de manobra da política, ainda que ela de fato tenha se estreitado pela hipertrofia da economia global. Esse é um tema em permanente debate. Mesmo porque, se concordarmos com a tese dele, o melhor é ir para a praia e viver em paz o que nos resta, já que não dá para influir em nada mesmo.No fundo, é aquilo que, em tempos idos, se chamava de capitulacionismo.