As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Fernando Gasparian

Luiz Zanin Oricchio

08 de outubro de 2006 | 23h46

A geração de brasileiros que viveu sob a ditadura deve muito a Fernando Gasparian, morto no sábado em São Paulo. Gasparian, que comprou a editora Paz e Terra de Ênio Silveira, criou o jornal Opinião, isto em pleno governo Geisel, quando a circulação livre de idéias ainda era coisa bastante perigosa no País. Com um grupo formado por gente como Alceu Amoroso Lima, Fernando Henrique Cardoso, Celso Furtado e Dias Gomes, entre outros, o Opinião tornou-se uma rara alternativa de análise e debate intelectual no país dos generais. Quem viveu aquela época sabe o valor que pode adquirir a informação e o livre-pensar num clima de ditadura e conseqüente obscurantismo. O jornal circulou semanalmente até 1982 e tornou-se leitura obrigatória do público universitário durante o período em que a redemocratização era a pauta principal do País.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.