Em memória da velha escola Caetano de Campos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em memória da velha escola Caetano de Campos

Luiz Zanin Oricchio

02 Dezembro 2014 | 12h52

Capa do livro de autoria de Wilma Legris

Capa do livro de autoria de Wilma Legris

 

Hoje, das 17h às 20h, Wilma Legris lança seu livro Crime e Castigo na Escola Caetano de Campos (Luna Editora) na Livraria Cortez (Rua Bartira, 317, ao lado da PUC).

Quem, como é o caso deste escrevinhador, estudou no Caetano de Campos, a velha escola da Praça da República, sabe muito bem quem é Wilma Legris. Ela é, simplesmente, a fiel guardiã da memória da nossa Escola, que frequentou nos anos 1950 e 1960. Hoje mora em Paris.

Wilma dedicou è Escola seu primeiro livro, Caetano de Campos: Memórias de uma Aluna Bem (e Mal) Comportada (Luna Editora, 2010), sobre seus tempos de estudante. Um texto terno, de boa observadora, temperado com amor e humor. Depois ingressou na ficção e publicou Crônicas e Contos Cruéis, também pela Luna.

Agora lança este livro, sempre na mesma editora, baseado em notícia publicada no jornal O Estado de S. Paulo. Um drama de mistério e suspense, no qual o palco é a instituição, que começou no século 19 como Escola Normal, e depois se tornou o Instituto de Educação Caetano de Campos. Ameaçado de demolição na época de Paulo Maluf, o prédio manteve-se e passou a abrigar a Secretaria da Educação.

Wilma mantém um blog dedicado ao Caetano de Campos, de consulta indispensável aos ex-alunos: ieccmemorias.worpress.com