As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Duas vezes Selton: Jean Charles e A Erva do Rato

Luiz Zanin Oricchio

25 de junho de 2009 | 08h29

Estou a caminho de Santos, onde curto alguns dias de folga a que tenho direito por ter trabalhado em feriados. Deixo entao umas dicas de cinema para o fim de semana. Amanhã estreiam dois filmes nacionais: Jean Charles e A Erva do Rato. Mais diferentes entre si não poderiam ser. Jean Charles, com Selton Mello no papel principal, conta o que aconteceu com o brasileiro assassinado pela polícia londrina por ter sido confundido com um terrorista. O bom é o estilo desdramatizado empregado, que evita a pieguice e destaca a emoção genuína. Traça também um retrato interessante do que é a vida dos brasileiros no exterior. Já A Erva do Rato é um típico filme de Julio Bressane, adaptando, à sua maneira, dois contos de Machado de Assis, A Causa Secreta e Um Esqueleto. No elenco, o mesmo Selton e Alessandra Negrini, de um jeito que você nunca viu. É um ensaio sobre a sensualidade e a morte, e a maneira como se entrelaçam. Eu gostei. E presenciei a polêmica causada pelo filme quando foi apresentado no Festival de Veneza do ano passado. Mas muita gente superou o escândalo e levou o filme a sério. Fotografia de pintor by Walter Carvalho.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: