As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Drama chileno sobre pedofilia na Igreja vence o Cine Ceará

Luiz Zanin Oricchio

25 de junho de 2015 | 08h49

FORTALEZA – O Clube, de Pablo Larraín, que tem por tema a pedofilia na Igreja católica, foi o grande vencedor do 25º Cine Ceará, encerrado ontem à noite no Cine São Luiz, no centro de Fortaleza. Além de melhor filme, O Clube ganhou os troféus Mucuripe de Melhor Roteiro e para o conjunto do seu elenco masculino. Ficou também com o prêmio da crítica, atribuído pela Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

O português Cavalo Dinheiro, de Pedro Costa, e o argentino Jauja, de Lisandro Alonso (já em cartaz em SP a partir de hoje) também foram bem premiados. O provocante documentário Cordilheiras no Mar, em que Geneton Moraes, debate uma polêmica passagem da vida política de Glauber Rocha, ficou com o Prêmio Especial do Júri.

Abaixo, a premiação completa:

 

 

Troféu Mucuripe
Melhor Longa-Metragem – O Clube – Prêmio de US$10.000,00 (dez mil dólares americanos)
Melhor Direção – Lisandro Alonso por “Jauja”
Melhor Fotografia Leonardo Simões por “Cavalo Dinheiro”
Melhor Edição Yan Vega por “A Obra do Século”
Melhor Roteiro Guilhermo Calderón, Daniel Villalobos e Pablo Larraín por “O Clube”
Melhor Som Óliver Blanc e Vasco Pedroso, por “Cavalo Dinheiro”
Melhor Trilha Sonora Original Vicente Rorras, em “A Obra do Século”
Melhor Direção de Arte Pedro Costa por “Cavalo Dinheiro”
Melhor Ator Elenco masculino do filme O Clube
Melhor Atriz Itziar Ituño (Loreak)
Prêmio especial do júri Cordilheiras no Mar: a fúria do fogo Bárbaro
Prêmio da Crítica para Melhor Longa (Abraccine) O Clube
Menção Honrosa da Crítica (Abraccine) Crumbs

Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem
Troféu Mucuripe
Melhor Curta-Metragem “Kyoto”, de Deborah Viegas
Melhor Direção “Virgindade”, de Chico Lacerda
Melhor Roteiro “Quintal”, de André Novais Oliveira
Melhor Produção Cearense “Miragem”, de Virgínia Pinho
Prêmio especial do júri “Feio, Velho e Ruim”, de Marcus Curvelo
Prêmio da crítica para Melhor Curta – “Quintal”, de André Novais Oliveira

Mostra Olhar do Ceará
Prêmio Descaminhos dos Sentidos – “Citopídeo”, do grupo Chinfrapala
Prêmio A Ficção Necessária – “Tenho um dragão que mora comigo”, de Wislan Esmeraldo
Troféu Mucuripe -Prêmio Melhor Filme “Alguns Páreos em Palermo”, de Gabriel Silveira
Menção Honrosa – “Vailamideus”, de Ticiana Augusto Lima

PRÊMIOS ESPECIAIS

Prêmio Aquisição Canal Brasil
Melhor filme da Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem: “Quintal”, de André Novais Oliveira  R$ 15.000,00 (quinze mil reais)

Prêmio BNB
Mostra Competitiva Brasileira de Curta-Metragem – “Kyoto”, de Deborah Viegas -R$5000,00 (cinco mil reais);
Mostra Olhar do Ceará – “Citopídeo”, do grupo Chinfrapala e “Tenho um dragão que mora comigo”, de Wislan Esmeraldo –cada um recebeR$2500,00 (dois mil e quinhentos reais); “Alguns Páreos em Palermo”, de Gabriel Silveira – R$5000,00 (cinco mil reais)

Prêmio Olhar Universitário
Troféu Mucuripe
Longa-Metragem “Crumbs”, de Miguel Llansó
Curta-Metragem“Miragem”, de Virgínia Pinho

Júri integrado por estudantes da Vila das Artes, UFC e Unifor. Outorgado pela Câmara Municipal de Fortaleza
Troféu Oscarito
 – Ator Jamenes Prata, pelo filme “Muriel”

Com o intuito de enaltecer o cinema nordestino em diferentes aspectos, o prêmio é oferecido pela Câmara Municipal de Fortaleza à produção, ator, atriz, direção, roteiro ou personalidade cearense

Prêmio Vila das Artes – Núcleo de Produção Digital/NPD
(vinculado à Secretaria de Cultura da Prefeitura Municipal de Fortaleza)
Dois Melhores Filmes da Mostra Olhar do Ceará escolhidos pelo júri

Prêmio Casa Amarela Eusélio Oliveira (Infraestrutura e edição)

Melhor Curta-Metragem da Mostra Olhar do Ceará:“Alguns Páreos em Palermo”, de Gabriel Silveira

Prêmio Mistika (Masterização em DCP)

Melhor Curta-Metragem da Mostra Olhar do Ceará: “Alguns Páreos em Palermo”, de Gabriel Silveira

Prêmio CIA RIO
“Miragem”, de Virgínia Pinho -R$27000,00