As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Direita x esquerda

Luiz Zanin Oricchio

09 Maio 2007 | 13h25

A eleição francesa mostrou que a polarização direita x esquerda não deixou de existir no mundo pós Queda do Muro de Berlim e da dissolução do campo socialista. Claro que, com o (mal) chamado “fim das utopias”, essa dicotomia torna-se mais problemática, mais sujeita a sutilezas e matizes. Mas penso que não deixa de existir e continua funcional na nossa análise do espectro político. Gosto de uma frase, que não sei de quem é: “Se alguém diz que não existe diferença entre direita e esquerda, pode estar certo de uma coisa: essa pessoa é de direita”.

No começo dos anos 90, em plena crise das ideologias, Norberto Bobbio escreveu um ótimo livrinho sobre o assunto, chamado justamente Direita e Esquerda (Unesp, R$ 27). A conclusão é que a dicotomia, que remonta à Revolução Francesa, ainda nos ensina alguma coisa, mesmo que tenha de ser usada com cuidado.

Basicamente, diz Bobbio, a esquerda se preocupa mais com a justiça social do que com a ordem; e que a direita se preocupa mais com a ordem do que com a justiça social. Acho que faz sentido. O que vocês acham?