As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário de Veneza 2010: Visconti choraria…

Luiz Zanin Oricchio

04 de setembro de 2010 | 09h03

Sempre foi impossível falar do Hotel des Bains sem colocar o aposto – “onde Visconti filmou Morte em Veneza”. De fato, foi lá, no venerando hotel situado no Lido, na Lungomare Marconi, que Luchino adaptou o livro de Thomas Mann, fazendo o envelhecido Aschenbach (Dirk Bogarte) se enamorar do efebo Tazio. Nos últimos anos, o Des Bains continuava luxuoso, embora fosse visível que conhecera dias melhores. Agora, quem passa diante dele o vê fechado para reforma. Pior: foi vendido para uma cadeia de hotéis e será transformado em condomínio de luxo.

Não que algum dia o Des Bains tenha estado ao alcance do proletariado. Mas era um marco, afinal de contas, da burguesia decadente, tal como a cantava Luchino Visconti, ele próprio um nobre, além de comunista. Agora parece que o velho hotel vai mesmo virar residência para a turma do fresh money.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.