As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário de Veneza (16) Ano rebelde à italiana

Luiz Zanin Oricchio

09 de setembro de 2009 | 06h51

Causou boa impressão, mas (com perdão da rima) não comoção Il Grande Sogno, de Michele Placido, sobre o 1968 na Itália. Michele fala do engajamento estudantil nas causas da época, como a Guerra do Vietnã, e o faz através de um personagem dilacerado, policial com vocação de ator e que se apaixona por uma das líderes dos estudantes. O filme tem bons momentos embora não consiga manter o tônus o tempo todo. Cai um pouco, em especial perto do fim. O dado curioso é que, de certa forma, O Grande Sonho é autobiográfico. O próprio Placido era policial na época das rebeliões estudantis.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.