As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário de Brasília ( 6): Manoel Fiel Filho

Luiz Zanin Oricchio

19 de novembro de 2009 | 19h20

BRASÍLIA – Daqui a pouco estou saindo para o cinema nesta Brasília chuvosa. O clima (psicológico) do Cine Brasília deve ser bem diferente hoje à noite. Ontem, a alegria dos Novos Baianos, resistentes desbundados dos anos de chumbo. Hoje, um novo documentário, desta vez destinado a uma das vítimas fatais da ditadura – o operário Manoel Fiel Filho, morto em 1976 no Doi-Codi, durante o governo Geisel. A outra das vítimas desse mesmo ano, o jornalista Vladimir Herzog, acaba sendo mais citado, mas Fiel Filho morreu nas mesmas circunstâncias. Não conheço o diretor, Jorge Oliveira. Dizem que é jornalista. Tomara tenha feito um belo filme sobre este personagem que deve ser lembrado, vítima de um tempo também a ser recordado, apenas para não ser repetido.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: