As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário de Brasília 2010: Premiáveis

Luiz Zanin Oricchio

30 de novembro de 2010 | 13h30

Os nomes dos contemplados saberemos hoje à noite quando forem distribuídos os Candangos, os troféus do Festival de Brasília, depois da exibição hors concours de Os Deuses e os Mortos, de Ruy Guerra, em cópia restaurada. Quem vence? Difícil dizer.

Com o que foi apresentado até agora, os principais prêmios, entre os longas, podem se dividir entre Transeunte, de Eryk Rocha, e O Céu sobre os Ombros, de Sérgio Borges. Este último é um bom palpite para vencedor do festival. Agradou muito a uma parcela do júri.

Outro palpite, este para ator: além dos intérpretes de Amor?, Fernando Bezerra, que interpreta o aposentado em Transeunte, é favoritíssimo. Transeunte, além da direção de Rocha, tem na fotografia, de Miguel Vassy, outro ponto forte. Aliás, vários trabalhos mostraram fotografias inspiradas. Até mesmo o pretensioso e equivocado Os Residentes, apresenta um trabalho fotográfico dos mais interessantes, assinado pelo veterano Aloysio Raulino.

Entre os curtas, os melhores são A Mula Teimosa, Acercadacana e Angeli 24 Horas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: