As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário da Mostra 2014. Carta a um Pai

Luiz Zanin Oricchio

16 de outubro de 2014 | 09h10

Carta a um Pai, de Edgardo Cozarinsky. O diretor é muito conhecido na Argentina. Escreveu vários livros, entre eles Borges e o Cinema, em que retrata o relacionamento do grande escritor portenho com a sétima arte. Mas em Carta a um Pai,Cozarinsky nutre-se de suas próprias referências familiares. O filme não tem esse título por acaso. Ele toma a forma de uma missiva enviada a um pai morto há muitos anos e que continua sendo um mistério para o maduro Cozarinsky.

Ele corre atrás dos traços deixados pelo patriarca em Entre Rios, local de origem da família. O pai do diretor foi oficial da marinha argentina e, por força da profissão, viveu sempre meio distante da família. Por onde teria andado? Cozarinsky investiga sua memória pelos traços deixados, fotografias, pequenos presentes, escritos, diários, etc. É um belo trabalho de arqueologia de si mesmo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: