As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário da Mostra 2013 – Os premiados

Luiz Zanin Oricchio

01 de novembro de 2013 | 00h10

37ª MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA EM SÃO PAULO

PRÊMIO DO JÚRI

MELHOR FILME DE FICÇÃO – LIÇÕES DE HARMONIA (HARMONY LESSONS),Emir Baigazin | 2013 │ 110 min. │ Ficção Cazaquistão, Alemanha, França| 18 anos.

MENÇÃO HONROSA DE FICÇÃO – LA JAULA DE ORO, Diego Quemada-Díez | 2013 │ 102 min. │Color| Digital | Ficção | México | 14 anos.

• Júri de Ficção: Sergei LoznitsaLav Diaz, Hans WeingartnerCésar Charlone e Monique Gardenberg.

MELHOR DOCUMENTÁRIO – PLANO PARA A PAZ (PLOT FOR PEACE), Carlos Agulló, Mandy Jacobson | 2013 │ 84 min. │ Documentário | África do Sul | Livre.

MENÇÃO HONROSA DE FICÇÃO – EU VOU SER ASSASSINADO (I WILL BE MURDERED), Justin Webster | 2013 | 85 min. | Documentário | Espanha, Reino Unido | 14 anos.

• Júri de Documentário: Zuenir Ventura, Daniel DreifussPablo Iraola e Toni Venturi.

 

PRÊMIO DO PÚBLICO

MELHOR FILME BRASILEIRO FICÇÃO: ATÉ QUE A SBÓRNIA NOS SEPARE, Otto Guerra, Ennio Torresan Jr | 2012 | digital | 85 min. | Animação | Brasil | Livre.

• O filme recebe também o prêmio da Rede CINEMARK, no valor de R$ 25.000,00.

MELHOR DOCUMENTÁRIO BRASILEIRO:  OUTRO SERTÃO, Adriana Jacobsen e Soraia Vilela 2013 | cor | digital | 73min | Documentário Brasil | 10 anos.

• O filme recebe também o prêmio da Rede CINEMARK, no valor de R$ 15.000,00.

MELHOR FILME DE FICÇÃO INTERNACIONAL: PAIS E FILHOS (LIKE FATHER, LIKE SON), Hirokazu Kore-Eda | 2013 │ 120 min. │ Ficção | Japão |12 anos.

MELHOR DOCUMENTÁRIO INTERNACIONAL: PLANO PARA A PAZ (PLOT FOR PEACE), Carlos Agulló, Mandy Jacobson | 2013 │ 84 min. │ Documentário | África do Sul | Livre.

 

PRÊMIO LEON CAKOFF

Na sua 37ª edição, a Mostra Internacional de Cinema homenageia os diretoresEttore Scola e Hector Babenco com o prêmio Leon Cakoff.

• Ettore Scola (Trevico, Itália, 1931) – Pela sua imensa contribuição ao cinema, aMostra oferece a Ettore Scola o Prêmio Leon Cakoff.

• Hector Babenco nasceu em Buenos Aires e naturalizou-se brasileiro em 1970. Por seu olhar preciso e corajoso sobre temas e histórias delicadas, a Mostraconcede este ano a Hector Babenco o Prêmio Leon Cakoff.

PRÊMIO DA CRÍTICA

MELHOR FILME: LA JAULA DE ORO, Diego Quemada-Díez | 2013 │ 102 min. │Color| Digital | Ficção | México | 14 anos.

PRÊMIO ESPECIAL DA CRÍTICA: LIÇÕES DE HARMONIA (HARMONY LESSONS),Emir Baigazin | 2013 │ 110 min. │ Ficção Cazaquistão, Alemanha, França| 18 anos.

PRÊMIO ESPECIAL DA CRÍTICA: O MILITANTE (EL LUGAR DEL HIJO), Manolo Nieto | 2013 │cor │digital│116 min. │ Ficção |Uruguai, Argentina | 16 anos.

 

PRÊMIO DA ABRACCINE (Associação Brasileira de Críticos de Cinema)

MELHOR FILME BRASILEIRO: RIOCORRENTE, Paulo Sacramento2013 │color │ digital │ 79 min. │ Ficção | Brasil | 14 anos.

PRÊMIO DA JUVENTUDE

MELHOR FILME INTERNACIONAL: VAI, EDDY! (ALLEZ, EDDY!), Gert Embrechts | 2012 | cor | digital |100 min.| Fição | Bélgica | 12 anos.

MELHOR FILME BRASILEIRO: O MENINO E O MUNDOAlê Abreu | 2013 │color │35mm │ 85 min. │ Animação | Brasil | Livre.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: