As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário da Mostra 2013 – Minhas dicas para hoje, sábado, 26/10

Luiz Zanin Oricchio

26 de outubro de 2013 | 10h58

O Sol por Testemunha. René Clément. No filme que celebrizou Alain Delon, no papel de Ripley, o assassino criado por Patricia Highsmith. Um filme que entrou no índex depois do trator passado pela turma da nouvelle vague mas que, revisto, mostra-se ainda empolgante.

Glória Feita de Sangue. Stanley Kubrick. Kubrick contra a guerra, com a história do oficial que manda seu pelotão para uma missão suicida. Três sobrevivente são fuzilados. A cena final, com a cantora alemã enternecendo os soldados, é de cortar o coração. Detalhe: a cantora é Christiene que, logo depois, se tornaria sra. Kubrick.

De Olhos Bem Fechados. Stanley Kubrick. Vale a pena rever na tela grande o canto do cisne do diretor. Baseado em Breve Romance de Sonho, de Arthur Schnitzler, conta a história de um casal (Tom Cruise e Nicole Kidman), desestabilizado quando a mulher confessa seu desejo por outro homem. Muito criticado por gente que não entendeu a proposta onírica tanto do livro como do filme. É a chamada prisão do realismo.

Grand Central. Rebecca Zlotowski. Bom drama francês colocando em cena um triângulo amoroso ambientado numa usina nuclear. Com a deusa Léa Seydoux. O clima, de perigo iminente, e tensão sexual, é dos mais interessantes.

Grigris. Mahamat-Saleh Haroun. Impressiona o frescor dessa história africana. Grigris (Souleymane Deme) tem uma perna atrofiada, mas é ágil como um bailarino. Precisa de dinheiro para o tratamento do seu padrasto e começa um caso de amor com uma prostituta. O carisma do personagem dá força ao filme.

Giuseppe Tornatore: Todo filme é meu primeiro filme. Gerardo Panichi, Luciano Barcarolli. Como resistir a um documentário sobre um dos diretores italianos mais amados, autor de Cinema Paradiso? O siciliano Tornatore fala dos problemas que teve para rodar este sucesso mundial e também das dificuldades com outros filmes.

Os Amigos. Lina Chamie. Filme amoroso da diretora, um elogio ao dom da amizade. Théo de manhã enterra um amigo e, durante o dia, é assediado por lembranças da infância e de como conduziu sua vida até então. Para sua sorte ele tem uma amiga como Maju (Dira Paes). Por incrível que às vezes pareça, bons sentimentos também podem dar bons filmes.

3x3D. Peter Greenaway, Edgar Pêra, Jean-Luc Godard. Três ensaios em 3D, patrocinados pelo evento Guimarães – Capital Europeia da Cultura. Greenaway aproveita melhor as possibilidades plásticas do 3D. Pêra prefere o humor. E Godard, o melhor dos três, parte para uma densa reflexão sobre a questão da cultura no século das imagens.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: