As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário da Mostra 2011: premiados

Luiz Zanin Oricchio

04 de novembro de 2011 | 15h03

TROFÉU BANDEIRA PAULISTA 2011

PRÊMIO DO JÚRI – MELHOR DOCUMENTÁRIO: MARATHON BOY, de Gemma Atwal (Índia, Reino Unido, EUA)

PRÊMIO DO JÚRI – MELHOR ATOR: THÉODÓR JÚLIUSSON, por VULCÃO (Islândia, Dinamarca)

PRÊMIO DO JÚRI – MELHOR ATRIZ: ALINA LEVSHIN, por COMBAT GIRLS (Alemanha)
PRÊMIO DO JÚRI – MELHOR FILME: RESPIRAR, de Karl Markovics (Áustria)

PRÊMIO ESPECIAL DA CRÍTICA: SÁBADO INOCENTE, de Alexander Mindadze (Rússia, Ucrânia, Alemanha)

GRANDE PRÊMIO DA CRÍTICA: ERA UMA VEZ NA ANATÓLIA, de Nuri Bilge Ceylan (Turquia, Bósnia-Herzegovina)

PRÊMIO DO PÚBLICO – MELHOR DOCUMENTÁRIO BRASILEIRO

RAUL – O INÍCIO, O FIM E O MEIO, de Walter Carvalho

VAI-VAI: 80 ANOS NAS RUAS, de Fernando Capuano

PRÊMIO DO PÚBLICO – MELHOR DOCUMENTÁRIO INTERNACIONAL: BATIDAS, RIMAS & VIDA: AS VIAGENS DE A TRIBE CALLED QUEST, de Michael Rapaport (EUA)

PRÊMIO DO PÚBLICO – MELHOR LONGA DE FICÇÃO BRASILEIRO: TEUS OLHOS MEUS, de Caio Sóh

PRÊMIO DO PÚBLICO – MELHOR FILME DE FICÇÃO INTERNACIONAL

FRANGO COM AMEIXAS, de Marjane Satrapi e Vincent Paronnaud (França, Alemanha, Bélgica)

DESAPEGO, de Tony Kaye (EUA)

PRÊMIO DA JUVENTUDE: UMA INCRÍVEL AVENTURA, de Debs Gardner-Paterson (África do Sul, Ruanda, Reino Unido)

PRÊMIO ITAMARATY

PRÊMIO AQUISIÇÃO CANAL BRASIL – MELHOR CURTA-METRAGEM: A CASA DA VÓ NEYDE, de Caio Cavechini

PRÊMIO ITAMARATY – MELHOR CURTA-METRAGEM R$ 15.000,00 (quinze mil reais): CINE CAMELÔ, de Clarissa Knoll

PRÊMIO ITAMARATY – MELHOR DOCUMENTÁRIO BRASILEIRO R$ 30.000,00 (trinta mil reais): RAUL – O INÍCIO, O FIM E O MEIO, de Walter Carvalho

PRÊMIO ITAMARATY – MELHOR LONGA DE FICÇÃO BRASILEIRO R$ 45.000,00 (quarenta e cinco mil reais): EU RECEBERIA AS PIORES NOTÍCIAS DOS SEUS LINDOS LÁBIOS, de Beto Brant e Renato Ciasca

PRÊMIO ITAMARATY – CONJUNTO DA OBRA: HECTOR BABENCO

PRÊMIO HUMANIDADE LEON CAKOFF

PRÊMIO HUMANIDADE LEON CAKOFF: ATOM EGOYAN

PRÊMIO HUMANIDADE LEON CAKOFF: MOHSEN MAKHMALBAF

Tendências: