As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Diário da Itália (5) Valentino e outros

Luiz Zanin Oricchio

28 de agosto de 2008 | 09h15

Bem, consegui reencontrar os caracteres. Só para dizer que caí numa pauleira louca, vendo filme após filme. Ontem à noite, um surpreendente Kiarostami, Shrin, no qual você “vê” uma peça de teatro apenas pelos olhares das espectadoras. Projeto ousado, acho que muito haverá o que se dizer sobre ele. Depois, o novo Kitano, Aquiles e a Tartaruga. Saindo da crise de criação, o diretor japonês mostra o processo pelo qual um garoto tenta tornar-se pintor ao longo da vida. Kitano foi sempre bom quando apostou na simplicidade. È o caso aqui. Em seguida, vi o documentário Valentino, o Último Imperador, sobre o rei da moda italiana. Acabei vendo na sessão oficial, com a presença do próprio homenageado, que aliás, foi ovacionado com um longo aplauso. È um belo documentário, com uma ponta de ironia, segundo me pareceu, inclusive pelo uso intensivo de uma trilha sonora de Nino Rota, que evoca diretamente Fellini. Revelador. Agora, se me permitem, vou tentar almoçar. Fui.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: