As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Cyd Charisse (1922-2008)

Luiz Zanin Oricchio

17 de junho de 2008 | 22h15

As mais belas pernas de Hollywood. Acabo de ser acionado em casa pelo jornal para escrever alguma coisa sobre a morte de Cyd Charisse, a fabulosa dançarina de Cantando na Chuva, na Roda da Fortuna e tantos outros.

Não sou lá muito de musicais, mas Cyd era presença inesquecível na tela, contracenando com GEne Kelly ou Fred Astaire. Não à-toa, seu par de pernas foi segurado em US$ 5 milhões, um recorde do Guiness. Brilhou enquanto durou o gênero musical. Quando este entrou em decadência, no início dos anos 60, ela migrou para a TV. Fez sonhar muito marmanjo, em seu tempo. E deu beleza plástica àqueles filmes.

Tinha estofo. Vinha do balé clássico e isso lhe deu grande versatilidade na dança. Era uma beldade. Foi-se com 86 anos, aparentemente de um ataque cardíaco.

Leiam aqui o texto completo que escrevi para o jornal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.