As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Conto e romance

Luiz Zanin Oricchio

03 de março de 2009 | 22h50

Por uma questão profissional, ando meditando sobre as diferenças entre conto e romance. Não adianta dizer que um é curto, outro é longo. Há contos compridos e romances enxutos. A diferença deve ser de estrutura. Até agora, a melhor definição que encontrei é de Julio Cortazar, que se serve de uma metáfora pugilística:

“No combate entre um texto e seu leitor, o romance ganha sempre por pontos, enquanto o conto deve ganhar por nocaute.”

Ou, no original:

“La novela gana siempre por puntos, mientras que el cuento debe ganar por knockout”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.