As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Comédia para adultos inteligentes

Luiz Zanin Oricchio

16 Outubro 2015 | 10h15

Quem já se habituou às rasteiras comédias brasileiras contemporâneas tem oportunidade de provar de outro tempero na mesma comida. Falo de Um Amor em Cada Esquina (She’s Funny That Way), de Peter Bogdanovich. É um tipo de comédia maluca, porém feita com inteligência, humor corrosivo, diálogos bem esculpidos e cheios de segundas (e às vezes terceiras) intenções.

O elenco funciona a mil. E as mulheres, em particular, estão ótimas. É uma comédia sofisticada, à moda de Wilder, Lubstich, Hawks e, claro, Allen – fontes nas quais Bogdanovich obviamente bebe. E faz muito bem. Boas influências estão aí, para serem incorporadas.

Bogdanovich põe em cena uma ex-garota de programa (Imogem Poots) que conta sua vida a uma jornalista e de como se tornou atriz. A comédia de costumes, que inclui um cineasta garanhão (Owen Wilson, de À Meia-Noite em Paris, de Woody Allen), uma esposa ciumenta (Kathryn Hahn ), uma psicanalista atrapalhada e carente (Jeniffer Aniston), um detetive que lembra um dos irmãos gêmeos Dupont e Dupond, de Tintim, e outra figuras, não deixa o ritmo cair jamais.

Rir é mesmo muito bom. Em especial quando não se subestima a capacidade intelectual do público.