As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Com medo de ser feliz

Luiz Zanin Oricchio

12 de maio de 2010 | 14h34

Uma seleção de perfil conservador. Cara do Dunga, que imprime seu estilo ao time e sepulta qualquer desejo de criatividade que pudesse haver entre a torcida. A favor, tem uma ótima defesa para garantir resultados magros. O ataque, com Luis Fabiano e Robinho, pode até ser bom. Se a bola chegar lá. O problema maior é a criação, dependente de Kaká em má fase. Sintomática também é a lista de espera, recheada de talentos que ele deixou de lado na relação principal. Prova evidente de má consciência. Dunga tem medo de levá-los. Coloca-os na lista para ostentar um verniz de ousadia, coisa que de fato não tem.

Tudo o que sabemos sobre:

DungaFutebolSeleção

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: