Censura: ‘Azul É a Cor mais Quente não pode sair em blu-ray
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Censura: ‘Azul É a Cor mais Quente não pode sair em blu-ray

Luiz Zanin Oricchio

25 de fevereiro de 2014 | 14h47

Depois de uma tempestade nas redes sociais, enfim a nota oficial sobre a negativa de algumas empresas em duplicar em blu-ray o filme vencedor do Festival de Cannes. A razão: motivos de ordem moral. Pode? Abaixo, a nota da assessoria de imprensa da Imovision, que distribui o filme no Brasil e detém os direitos para DVD e blu-ray:

 

NOTA OFICIAL: BLU-RAY DE “AZUL É A COR MAIS QUENTE”

 

“Depois das dificuldades encontradas para a replicação do DVD do filme “Azul é a Cor Mais Quente”, a Imovision procurou a empresa brasileira Sonopress, que replica seus títulos em Blu-ray, mas a mesma se recusou e ainda alegou que nenhuma outra empresa faria o serviço.

 

A Imovision então contatou a SONY DADC, que também se recusou a produzir o Blu-ray do filme, por considerar o conteúdo inadequado devido às cenas de sexo, apesar do filme já ter sido classificado para maiores de 18 anos.

 

O filme, vencedor do Festival de Cannes, só poderá ser reproduzido em DVD até o momento. A Imovision, distribuidora do filme, lamenta o fato e busca alternativas para a replicação do filme em Blu-ray no âmbito nacional.”

 

 

Cinnamon Comunicação

Assessoria de Imprensa