As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Capitu

Luiz Zanin Oricchio

10 de dezembro de 2008 | 10h08

Eu já havia visto os três primeiros capítulos de Capitu, e ontem revi o primeiro, que foi ao ar pela Globo. E não me decepcionei. Pelo contrário. Achei interessantíssima a leitura tanto moderna quanto operística que Luiz Fernando Carvalho fez do romance de Machado de Assis. A obra está lá. Mas está lá de outra maneira, o que é a coisa certa a ser feita em uma adaptação. Gostei sobretudo de que as opções estéticas (letreiros, narrativas em off, música “fora de época”, cenário único, etc.)não deixam de fora a emoção. Aliás, é um equívoco comum supor que técnicas de distanciamento anulam a emoção. Nada disso. Apenas a tornam mais lúcida. Para completar a noite, peguei na estante o meu Dom Casmurro e li alguns capítulos antes de dormir. Que delícia!

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: