As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Aquela coisinha a mais…

Luiz Zanin Oricchio

14 de abril de 2008 | 10h44

Independentemente do gol de mão de Adriano, o que se viu ontem no Morumbi foi um São Paulo mais sólido do que se esperava. O Palmeiras apresentou algumas das qualidades que o vinham mantendo como favorito da crítica para este campeonato. Mas a marcação implacável sobre Valdívia fez o “mago” desaparecer.

Foi um jogo de fato muito equilibrado, mas que mostrava algumas pequenas diferenças. Toda dividida era do São Paulo, toda segunda bola era do São Paulo. O São Paulo teve um algo a mais nessa primeira partida e não foi apenas a ajuda do árbitro (“ajuda” involuntária, mas que existiu).

Claro que o Palmeiras pode reverter no segundo jogo. Mas precisa repensar a vida durante a semana. O futebol é feito de tática, técnica, motivação, sorte…e uma coisinha a mais que está lá no fundo da alma de cada jogador. Ou não está. Sem ela, não se ganha campeonato.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.